23 de setembro de 2017

Cura Gay


Hum....então....Não estou sabendo lidar com esta noticia que está rondando o Brasil...É sério mesmo que acataram a lei da "cura gay"?
Estamos sem o que dizer sobre isso, de verdade estou muito sem saber o que falar. Logicamente esta pessoa que criou esta lei é tão sem noção quanto o juiz que assinou para a lei vigorar. Mas e agora? O juiz diz que interpretamos errado, mas será mesmo, se isso não fosse um tipo de preconceito explicito, o que será então?

Está mais do que escancarado que essas pessoas ainda tem muito preconceito e os LGBT's do nosso país estão mais lascados do que outra coisa, porque agora ser gay é doença.
Fico pensando onde vamos parar, ao invés dos nossos queridos políticos cuidarem do que realmente importa que é nossa saúde, educação entre outras coisinhas mais, gastam tempo para criar esses tipos de sei la do que podemos chamar e assinarem o atestado de burrice e incompetência.

Desde quando você amar é doença? Eles só querem ser livres gente, pelo amor de Deus, realmente Jesus tem que descer na terra e acabar com tudo. Porque ta vergonhoso, ta cansativo, ta catastrófico.

Em uma das matérias da minha pesquisa eu achei esta notícia do juiz "tentando" explicar seu lado.

O juiz da 14ª Vara Federal no Distrito Federal, Waldemar Claudio de Carvalho, concedeu no ultimo dia 15 uma liminar que, na pratica, torna legalmente possível que psicólogos ofereçam pseudoterapias de reversão da sexualidade, conhecida popularmente como Cura Gay

Não foram poucos os que em protesto, acusaram o juiz de ser homofóbico e de ter dito que homossexualidade é doença. Na verdade, Waldemar Carvalho, não chega a defender explicitamente a cura gay e nem derruba uma resolução da CFP (Conselho Federal de Psicologia), que desde março/99, proíbe esta pratica. 

Ele deixa claro que ao analisar o caso, adotou como premissa o posicionamento da OMS 
(Organização Mundial da Saúde) que diz que a homossexualidade humana, não pode ser considerada uma doença patológica.
Clique aqui para ver a Ata que causou toda esta indignação real e oficial em todo mundo.

Para o juiz, tais normas "não ofendem os princípios maiores da Constituição". Mas, se mal interpretados, podem resultar em que se considere "vedado ao psicologo realizar qualquer estudo ou atendimento relacionado a orientação a reorientação sexual". ahmm....oi?!
Assim ele não chega a anular a resolução, mas determina que os profissionais possam "estudar ou atender aqueles que voluntariamente venham em busca de orientação acerca de sua sexualidade, sem qualquer forma de censura, preconceito ou discriminação".
Se não tem qualquer tipo de censura ou preconceito, porque este é um assunto a ser discutido, citado ou estudado. Este assunto deveria ser o último da lista, tem muita coisa tão mais importante pra colocar como prioridade.

Só lamento que isso tenha sido cogitado e ainda por cima, alguém assinou embaixo desta mer.... toda!!!
Só lamento que colocamos tanta gente fedorenta e nojenta para nos representar!!!!

Nenhum comentário

Deixe seu Comentário e Obrigada pelo Carinho *-*

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Copyright 2012-2018 Adorável Consumismo | Todos os direitos reservados